Notícias e Informações
Voltar \ Banco de Portugal vê economia a crescer 2% em 2019

Banco de Portugal vê economia a crescer 2% em 2019

04 nov 2019
Banco de Portugal vê economia a crescer 2% em 2019
A revisão resulta da nova série de contas nacionais publicada pelo INE. Expansão da economia portuguesa mantém-se pelo sexto ano consecutivo.
A economia portuguesa deverá crescer 2% este ano, acima da previsão do Banco de Portugal em junho, quando apontava para uma expansão do PIB de 1,7%.

“A economia portuguesa continua em expansão em 2019, pelo sexto ano consecutivo, mas a um ritmo inferior ao observado no passado recente. O PIB deverá crescer 2,0% no conjunto do ano (2,4% em 2018)”, refere o supervisor no Boletim Económico de outubro, publicado esta quinta-feira.


No entanto, o Banco de Portugal ressalva que as projeções agora publicadas não podem ser diretamente comparáveis com os dados de junho.

A pesar no abrandamento face a 2018 estará “o menor contributo das exportações, num quadro de crescimento mais fraco do comércio mundial e da procura externa dirigida à economia portuguesa”, aponta o BdP.

Já a procura interna deverá manter-se inalterada e mesmo uma ligeira quebra do consumo privado deverá ser compensada pelo investimento.


Fonte: Banco de Portugal

Emprego cresce, mas menos. Desemprego aumenta ligeiramente

No Boletim Económico publicado em outubro, o Banco de Portugal mantém uma previsão de crescimento do emprego, embora a um ritmo mais baixo do que nos últimos anos, revendo em baixa as previsões de junho. Se no início do verão a projeção apontava para um crescimento de 1,3%, agora não ultrapassa uma variação de 0,9%.

“O emprego na economia portuguesa deverá continuar a crescer em 2019, mas a um ritmo menor (0,9%, que compara com 2,3% em 2018). A taxa de desemprego deverá reduzir-se 0,6 pp, para 6,4%, prolongando a trajetória de descida observada desde 2013”, refere o BdP.

“Os salários nominais deverão acelerar num contexto de redução dos recursos disponíveis no mercado de trabalho. Esta evolução reflete igualmente a atualização do salário mínimo e o descongelamento gradual das progressões salariais na administração pública”, indica o relatório.

Face ao Boletim Económico de junho, o crescimento do emprego foi revisto em baixa e a taxa de desemprego ligeiramente em alta.





Fonte: site Dinheiro Vivo - https://www.dinheirovivo.pt/economia/banco-de-portugal-reve-em-alta-crescimento-da-economia-para-este-ano/
Veja Também